Descubra Seu Estilo

Descubra Seu Estilo

Descubra Seu Estilo

 

Estudo realizado pela UCLA (Universidade da Califórnia de Los Angeles) e postulada pelo psicólogo Albert Mehrabian consiste na afirmação de que apenas 7% da informação que passamos aos outros vem do conteúdo da mensagem; 38% vem do tom da nossa voz; e 55% do que transmitimos, vem da comunicação não verbal, ou seja, onde não há palavras, envolvendo, entre alguns fatores, a imagem visual e a linguagem corporal, que está baseada em gestos, atitudes, expressões faciais e cheiros.

Nessa linha, o antropólogo Ray Birdwhistel, pioneiro do estudo da comunicação não verbal, descobriu que o componente verbal responde menos de 35% enquanto o não verbal responde a 65% podendo chegar em alguns casos a 80%.

Esse julgamento pela aparência, vem desde os tempos primórdios, como a própria Bíblia, por exemplo, tem o relato em 1 Samuel 16:7b que diz: “porque o Senhor não vê como os homens, pois estes olham para o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração”. Assim como aconteceu com Davi, que o julgaram pela sua aparência, assim podemos perceber até hoje. É fato que aplaudimos a beleza interior, mas julgamos pelo visual, ou seja, sua imagem pode abrir ou fechar portas, é seu cartão de visitas. A sua essência, somente será revelada através da convivência, todavia, seu exterior reflete seu interior. A priore, aquele diz muito mais a seu respeito do que este, como diz o ditado: “você é o que você veste”.

Ante o exposto chegamos à conclusão de que devemos trabalhar tanto o interior quanto o exterior, devido a relação existente entre a comunicação (o que se fala e o tom);  a aparência (como as pessoas te vêem); e o comportamento (como se porta), é essencial que este trio ande em harmonia e coerência.

Atualmente, onde o mercado de trabalho e a sociedade estão cada vez mais exigentes,  causar uma primeira boa impressão é fundamental para conquistar seu espaço, além disso, a imagem pessoal exerce um papel importantíssimo também nas relações interpessoais. A forma de vestir nos enquadra em grupos sociais por pares e afins, revela por si só muito de nossa personalidade, gostos e sentimentos.

Como o antigo e popular jargão, “não basta ser, tem que parecer ser”, é intrínseco a nossa realidade, é possível até emitir uma mensagem além do que você é, com a vestimenta correta, não obstante, evite estar aquém. Então quando se produzir, faça-o com dedicação e analisando criteriosamente sobre qual leitura você deseja conquistar a seu respeito.

Cada estilo é significativo, identifique o seu e confira, o que cada um dos sete estilos padronizados internacionalmente, tanto para homens quanto para mulheres, comunicam a seu respeito:

TRADICIONAL

Faz referência à discrição, conservação, seriedade, é um estilo clássico e atemporal. Ele está muito ligado à credibilidade e honestidade. Ideal para carreiras jurídicas, políticos e empresários. Gosta do minimal e peças de qualidade. Nota-se poucos detalhes, pasta de mão, maquiagem discreta e as roupas são mais escuras e neutras, o fiel companheiro é definitivamente o blazer, já o brilho, não tem vez!

ELEGANTE

Absorve alguns traços tradicionais, porém, com toques luxuosos e atuais, são muito sofisticados, transmite mensagem de poder e refinamento, com isso, causa certo distanciamento em relação às pessoas. As escolhas são de bom gosto e alta qualidade, são amantes dos monocromáticos, camisas brancas e baixos contrastes.

MODERNO

Apresenta um toque de ousadia com elegância, são , contemporâneos e chamam atenção, visual super atual e estruturado, gosta de contrastes e estampas diferenciadas, maquiagem forte e tudo que está em alta no momento. Aparentam ter menos credibilidade, e geralmente são abertos às mudanças. Os adeptos deste estilo são, geralmente, os profissionais de moda e comunicação.

CRIATIVO

Tem como principal características as misturas e inovações, denota independência e originalidade, típico dos artistas e atores e também de profissionais relacionados a moda. Tudo irá depender do seu estado de humor do dia, se diverte nas composições, brinca com as cores e estampas, acessórios. Aqui vale tudo, peças étnicas e exóticas, customização e sobreposições fazem parte do seu perfil, assim como o vintage (retrô). Gostam de ser diferentes e irreverentes, nada convencionais.

Característico de pessoas comunicativas e práticas, emitindo exatamente esta mensagem, como também de amizade, simplicidade e jovialidade. Não é indicado para determinados  nichos de trabalho, esse estilo é muito adotado pelos profissionais da educação, fotógrafos, engenheiros devido ao conforto e funcionalidade que ele proporciona. A maquiagem é deixada de lado, enquanto listras, xadrez, cores neutras, e os inseparáveis jeans, e camiseta branca, têm espaço garantido, bem como, bolsa transversal e mochila, tênis, sapatilhas e plataformas. O demasiado esportivo, corre o risco de ser visto como desleixado, cuidado!

ROMÂNTICO

Inerente a feminilidade, delicadeza e amabilidade. Atenção à dose, para não parecer excessivamente frágil, se não for essa a intenção. Amenizaria essas características incrementando com um pouco do elegante e do moderno. Se está em uma posição de autoridade, o ideal é rever este estilo, a não ser que trabalhe com crianças ou seja terapeuta, por exemplo, pois retrata compreensão e  doçura. Adeptos dos tecidos fluidos, estampas florais, rendas, bordados, peças artesanais, laços, pérolas e notória preferência por tons claros.

SEXY

Uma combinação de feminilidade, sensualidade e glamour, ele sozinho é muito propenso a se tornar vulgar, por isso deve ser combinado com outros estilos. Ele passa uma imagem de exibicionismo, sedução, insinuação, é comumente usado por modelos, cantoras, atrizes, hostess. Marca registrada desse estilo é o animal print, jaqueta de couro, cores vivas e fortes, dourado, prateado, brilho, transparências, roupas que modelam o corpo, decotes, salto alto,  maquiagem bem marcada e acessórios exagerados.

As cores escuras transmitem liderança, autoridade, competência, enquanto as claras e estampadas traz acessibilidade, ideal para quem trabalha com o público, a vestimenta deve sempre ser compatível com a sua função e com os locais que frequenta.

A maioria das pessoas possui, em média, três estilos diferentes, sendo um dominante, Se o seu estilo não corresponde ao que você quer projetar, busque um equilíbrio, podendo acrescentar uns toques de acordo com seu gosto pessoal e combinar um estilo com outro. Conhecendo seu estilo, dentre muitas vantagens, você conquista mais uma, bastante relevante: evita-se compras erradas e desnecessárias, como aquelas peças que ficam encalhadas que você usou uma vez ou nunca irá usá-las.

Se quiser se conhecer mais, mudar ou melhorar sua imagem e alcançar seus objetivos, contrate um consultor da área para te auxiliar, vale muito a pena. Além de economizar, você conquistará uma imagem positiva e certeira. Use-a como uma ferramenta de poder, porque a aparência adequada te promoverá.

O aconselhável é assumir a sua idade e sua área de atuação, pois você deve andar condizente com ambas. É preciso manter sua marca mesmo em situações diversas, pois não se sabe quando e onde surgirão as oportunidades, e você não pode negligenciar sua imagem.

Em Provérbios 31:10 diz que seu valor muito excede ao de jóias raras, ou seja, você não tem preço, e como as pessoas te vêem elas te tratam. Por isso, mulher preciosa e virtuosa, cuide da sua aparência como um todo, como vimos, ela fala mais do que palavras.

Mas fica aqui uma dica: a melhor e mais econômica opção, é o sorriso, Provérbios 15:13 diz que “o coração alegre aformoseia o rosto…” e dedique-se, principalmente, ao conjunto maravilhoso que Deus te deu, ou seja, corpo, templo do Espírito Santo; alma, suas emoções; e espírito, sua conexão com o Pai, e seja a melhor propaganda do Senhor!

About The Author

Últimos vídeos

Loading...