Fonte da Juventude

Fonte da Juventude

Fonte da Juventude

O coração alegre aformoseia o rosto…”.

Provérbios 15.13

Os assuntos estéticos não se resumem apenas à sua forma concreta e objetiva, ou seja, estrutura física; mas refere-se também ao universo subjetivo da alma e até mesmo do espírito. Tampouco é um tema estritamente feminino ou de determinada sociedade, pelo contrário, é universal e atemporal.Há mais cinco mil anos, o Espírito Santo por meio do rei Salomão sinalizava dicas de como manter a beleza; não só no versículo que lemos, mas também em varias outras passagens Bíblicas.Desde os tempos mais remotos a Alquimia buscava a tão sonhada fonte da juventude, há registros que ela é tão antiga quanto a humanidade. Ainda hoje, a indústria cosmeceutica investe milhões de dólares todos os anos no desenvolvimento de produtos que amenizam as marcas da idade e corrigem imperfeições. Percebe-se então que sempre houve e ainda há uma procura incansável pela prorrogação da venustidade.

Em pleno século XXI encontramos um exagerado culto à beleza, em todos os setores da sociedade e em diversas culturas, inclusive rompendo o paradigma do machismo. Não é raro o endeusamento de celebridades e conseqüente desfiguração do eu em prol de uma insana cópia do outro. E este não é um tema alheio, basta lembrar-se de você mesmo que, antes do desjejum já se olhou pelo menos uma vez no espelho. Falando nisso, há algum registro de quantas vezes damos aquela conferida no espelho antes de sair de casa? Ou de quanto tempo gastamos observando o próprio reflexo num período de 24h? Às vezes, nem percebemos como somos viciados em vermos a nós mesmo; e principalmente hoje, na era dos smartphones, com direito a intermináveis selfies.

É “curioso” o comportamento da humanidade, milhares de anos de existência e ainda não definiu o seu padrão de beleza, nem mesmo seus limites que, diga-se de passagem, estão cada vez mais alargados; mas sei que isso se deve em parte ao conflito de gerações e à insaciável e, com certeza, inalcançável juventude perpétua.

Com isso, não estou querendo sugerir que se devam abandonar os ritos diários de autocuidado, mas defendo o equilíbrio: cuida-se da alma e do espírito, como também se cuida do corpo. De que adianta gastar o que não se pode com “fórmulas mágicas” para evitar ou até mesmo borrar uma única ruga quando o mais importante é obviado? Acredito que a carência de práticas dos princípios bíblicos tem impedido às pessoas de alcançarem sua formosura natural. Embora seja verdadeiro que a beleza interior é a que ilumina ou agracia a aparência exterior, não precisamos descuidar nosso corpo também, principalmente da pele, que é o órgão que nos limita e nos identifica externamente como indivíduos únicos. Nossa imagem reflete apenas nossas escolhas e não há máscaras eficientes que as disfarce.

Freqüentemente me perguntam sobre dicas de beleza ou de como manter a pele saudável; gostaria muito, que os me que interrogam pudessem ouvir a resposta na íntegra, e não apenas o que lhes interessa. Eis aqui minha receita: viver feliz com Deus, conhecendo e pondo em prática todos os seus ensinamentos; beber bastante água, comer nutritivamente bem, respeitar os limites do seu corpo, praticar exercícios, descansar, usar protetor solar adequado e aprender dizer não, sem peso nem culpa.Deixe apenas ao dermatologista os tratamentos das doenças de pele como: melasma, acne, rosácea, vitiligo, psoríase, nevus, lesões malignas ou benignas entre outras; claro que também uma ajuda dele é bem vinda para manter uma pele saudável e jovem. O problema é que muitos colocam 100% da responsabilidade de sua bela e muitas vezes, saudosa juventude nas mãos do profissional médico e/ou estético. E para finalizar a receita, deve-se acrescentar apenas um pouco de vaidade, insisto: um pouco apenas. E que nunca falte senso comum. Afinal a vida é pra se viver!

Pele é um órgão?

Sim. A pele é o maior órgão do corpo humano. Além disso, ela é vital, sem pele não há formas de sustentar a vida. Por meio dela podemos nos identificar como pessoa e também podemos nos relacionar com o meio externo. Ela é o principal responsável pelo sentido do tato e está formada por três camadas funcionais que brindam ao nosso organismo cobertura, proteção, regulação da temperatura, sensações e estímulos. Também conta com as faneras que são anexos cutâneos, como as unhas, os pelos e as glândulas. E para a sustentação e elasticidade, possui as famosas redes de fibras de Colágeno e Elastina. Todo esse conjunto, além de brindar a cada um suas particularidades, também evidência sinais de algumas patologias, ou seja, podem indicar que alguma coisa no organismo não anda bem.

É responsabilidade de cada um manter sua pele saudável. Isso não é apenas questão de beleza, mas de saúde. Assim como campanhas para a saúde do coração, deveríamos ter também campanhas de saúde para a pele, desse modo, a população seria conscientizada sobre a saúde epitelial num sentido mais amplo que apenas prevenção de câncer de pele. Consumir pouca água, doces em excesso, evitar o sol ou nunca se proteger dele, não observar mudanças importantes como ausência de dor ou comportamento incomum de manchas e usar produtos ou medicamentos de forma indiscriminada, são exemplos de hábitos pouco saudáveis para a pele. Tudo depende de duas coisas: informação e força de vontade. Conheça seu tipo de pele, seu fototipo (tom da pele) e suas características peculiares como sinais e manchas, e aprenda como cuidar-se de forma específica, pois essa atitude promove melhores resultados.

Assim como somos únicos, o cuidado da pele exige uma atenção diferenciada para cada idade e fototipo. Decerto, que uma pele saudável não implica em si todo o conceito de beleza atual, mas é meio caminho andado, além da vantagem de prolongar a juventude, quando somado a uma alma feliz.

Os dados solicitados:

Nome: Taís Milene Medeiros de Souza.

CRM: 17593 DF

Graduada em medicina, pós-graduada em Dermatologia e cursando MBA em Auditora Médica.

About The Author

Informações sobre autor

Últimos vídeos

Loading...